Hospital Metropolitano

Tire suas dúvidas, sobre acidentes domésticos com Dr. Gef Sander Maciel, Clínico Geral do Hospital Metropolitano.Voltar

21-06-2018

1- O que se deve fazer no caso de mordedura de cachorro?

Quando ocorre uma mordedura, de qualquer animal que seja, deve-se lavar bastante a área atingida com água corrente e sabão (de preferência de coco ou neutro) ou detergente e não passar nenhum produto no local. Se for mordida de cão, é preciso observar se ele está vacinado e deixá-lo preso por certo período – 10 dias – para avaliar se o cachorro vai agir de forma diferente do habitual.
Além disso, é importante que a pessoa procure imediatamente uma unidade de saúde para buscar orientação sobre qual conduta adotar. Se a mordedura for de grande extensão, a vítima deve ser encaminhada a um pronto-socorro. Os pontos devem ser evitados. Esse procedimento é recomendado apenas em último caso (hemorragia ou corte extenso).

2- As pessoas devem procurar atendimento médico mesmo que as mordeduras sejam pequenas e não haja sangramento?

Sim, pois precisam receber orientações acerca das medidas a serem adotadas. É importante saber se o animal é conhecido, se fugiu ou se morreu, pois além de evitar a raiva, a pessoa precisa ter cuidado com o tétano e com as bactérias, que podem estar alojadas nos dentes do cão, e observar se a vacinação do animal está em dia. Geralmente, ao lavar o local da mordedura com água e sabão, o paciente já está tendo uma atitude bastante útil.

3- Para aliviar a dor da queimadura, as pessoas esfregam manteiga, colocam pó de café e passam o cabelo no local queimado. O que é certo fazer nesses casos?

No caso da queimadura, não se deve aplicar nada no local, pois pode contaminar a área afetada e, então, piorar o quadro. O que a pessoa precisa fazer é usar bastante água fria na região por cerca de 10 minutos. Além de aliviar a dor, a água impede que a queimadura se aprofunde na pele. Em seguida, é recomendável colocar compressas de pano com água fria sobre a queimadura e ir a uma unidade de saúde para receber orientações médicas.

4- É bom colocar água fria ou gelo na lesão provocada pela queimadura?

Resfriar o local da queimadura com bastante água fria e colocar compressa de água fria são procedimentos suficientes e necessários. Não é preciso pôr gelo no local, pois pode piorar a lesão, já que a área queimada está bastante sensível.

5- Traumas com sangramento são comuns em casa e, geralmente, são provocados por desatenção da pessoa ao executar tarefas domésticas. Quais são as medidas que devem ser tomadas de imediato quando ocorre um trauma com sangramento?

Em casos de traumas em que há cortes ou lesões corto-contusas deve-se comprimir o local com um pano limpo. A região também pode ser lavada se não estiver sangrando muito. Após fazer isso, o paciente precisa ser levado imediatamente ao pronto-socorro. Se não houver um pano, pode-se comprimir a área com a própria mão, dependendo do local. Também é recomendável não colocar nenhum tipo de produto nas lesões, pois pode contaminar a região.

6- Que recomendações você faria para os interessados em prevenir acidentes dentro de casa?

A nossa casa deveria ser o lugar mais seguro do nosso meio ambiente, mas as estatísticas têm nos mostrado o contrário. A maioria dos acidentes acontece dentro das residências. Para prevenir os incidentes, devemos tomar cuidado com a cozinha, local onde há fogão, fósforos, isqueiros e objetos cortantes. É preciso ter atenção ao manuseá-los e evitar que as crianças tenham acesso a esses objetos.

Dispensas e áreas de serviço devem ser trancadas, porque há grande quantidade de produtos químicos. Nos banheiros, onde são guardados materiais de limpeza e outros, é importante usar tapetes antiderrapantes. Também deve-se ter cautela com os animais dentro de casa, pois se os mesmos se sentirem acuados ou forem agredidos podem atacar.

Av. Eudes Scherrer de Souza, 488, Laranjeiras - Serra - ES - CEP: 29165-680 - Telefone: +55 (27) 2104-7000