Hospital Metropolitano

30 minutos diários de caminhada reduzem risco de infartoVoltar

17-07-2017

Sedentarismo aumenta o risco de doenças cardiovasculares, como o infarto, em cerca de 50%.

Mais da metade da população adulta está sedentária, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Caso você se encaixe nesse perfil, saiba que 30 minutos de caminhada em ritmo moderado, de segunda a sexta-feira, é o suficiente para reverter esse quadro e assegurar mais qualidade de vida.

Antes, porém, é necessário passar por uma avaliação médica. “Assim, podemos identificar pessoas que teriam problemas com a prática de exercícios, bem como sugerir a atividade mais indicada”, observou o cardiologista Antenório Aiolfi, do Hospital Metropolitano.

Além de atividades aeróbias, os adultos também devem buscar o fortalecimento muscular com exercícios específicos, ao menos duas vezes na semana. Tudo com orientação de um médico e de um educador físico.

Envelhecimento
E, ainda que os exercícios não barrem o envelhecimento, eles contribuem para aumentar a expectativa de vida. “Outra vantagem é que ajudam a limitar o desenvolvimento de doenças crônicas, como a hipertensão arterial”, acrescentou o cardiologista.

Também é importante observar como estão os hábitos de crianças e adolescentes e estimular a garotada a se movimentar. A partir dos cinco anos, a indicação é que pratiquem diariamente uma hora de exercícios que envolvam agilidade, equilíbrio, coordenação entre outras habilidades.

“Em geral, quando as pessoas colocam a atividade na sua rotina, passam a sentir prazer, sobretudo pelos benefícios que proporciona. Agora, se realmente não te agrada, considere o exercício como um medicamento que precisa ser tomado todos os dias, em determinado horário, para se curar. Afinal, o sedentarismo é responsável por uma série de doenças, e a principal vítima é o coração”, finalizou Antenório Aiolfi.


Av. Eudes Scherrer de Souza, 488, Laranjeiras - Serra - ES - CEP: 29165-680 - Telefone: +55 (27) 2104-7000